MORDOMIA DA FAMILIA - Gn. 2:18-24 / I Sm. 1:21

INTRODUÇÃO

O cuidado com a família tem sido um dos pontos mais delicados da sociedade em que vivemos. No meio evangélico, aumentam os casos de infidelidade conjugal, tendo como conseqüência posterior o divórcio.
E de quem é a culpa? Apontar culpado seria inútil, porque, na tentativa de justificar erros, o ser humano sempre está apontando alguém.

Gn. 3:11-13 - PERGUNTOU-LHE DEUS: QUEM TE FEZ SABER QUE ESTAVAS NU? COMESTE DA ÁRVORE DE QUE TE ORDENEI QUE NÃO COMESSES? - ENTÃO, DISSE O HOMEM: A MULHER QUE ME DESTE POR ESPOSA, ELA ME DEU DA ÁRVORE, E EU COMI. - DISSE O SENHOR DEUS Á MULHER: QUE É ISSO QUE FIZESTE? RESPONDEU A MULHER: A SERPENTE ME ENGANOU, E EU COMI.

O cuidado da família sempre está com o homem, é o que pensam algumas pessoas. No entanto, para conservação da família, cada um dos seus membros deve fazer a sua parte.

O homem deve amar sua esposa e ensinar seus filhos no caminho cristão. A mulher deve ser companheira de seu marido em todos os afazeres do lar e os filhos devem prestar obediência aos seus pais.
Essa seqüência vitoriosa exige um posicionamento cristão verdadeiro, sem o qual tudo será hipocrisia, seguida da destruição da família.

O cuidado da família é fundamental para se estar bem na sociedade e na Igreja local. Dependendo da situação, pode haver conseqüência até mesmo na questão da Salvação.
Que os pais e mães sejam bons mordomos de suas famílias perante Deus. A MORDOMIA CRISTÃ aprovada é aquela que procura obedecer aos propósitos de Deus. O mordomo cristão obedece na prática, de boa vontade, com amor e não por força, aos desígnios de Deus.

Sintese da Historia:

Adão viveu 930 anos (Gn. 5:5), diz uma tradição, que provavelmente teve outros filhos, cujos nomes não são mencionados. Diz que chegaram a 33 filhos (incluindo Caim, Abel e Sete) e 27 filhas, num período de 129 anos, quando a vida humana era incomparavelmente mais longa do que em nossos dia

A FAMÍLIA É A CONTINUAÇÃO DO PROPOSITO DE DEUS

O que é Família? - É o conjunto de todas as pessoas que vivem sob o mesmo teto, proteção ou dependência do dono da casa ou chefe, que visam ao bem-estar do lar; enfim que se comunicam, se amam e se ajudam.

I Tm. 3:4-5 - QUE GOVERNE BEM A SUA PROPRIA CASA, TENDO SEUS FILHOS EM SUJEIÇÃO, COM TODA A MODESTIA - PORQUE, SE ALGUÉM NÃO SABE GOVERNAR A SUA PROPRIA CASA, TERÁ CUIDADO DA IGREJA DE DEUS?

É possível governar bem uma casa sem passar um tempo razoável nela, observando as necessidades da Família? - E como sujeitar os filhos em ensino ou sem tempo para demonstrar coerência entre palavras e modo de viver?

Há quem pense que a obra de Deus tem prioridade na vida de qualquer pessoa, e principalmente na vida dos obreiros do Evangelho.
Entretanto, não são poucos os obreiros que, após dedicarem-se arduamente a trabalhar na obra de Deus, vêem seus filhos longe dos caminhos do Senhor e desgostosos com Ele e com a Igreja.

Na maioria desses casos, a mágoa apresentada reside no pouco ou nenhum tempo gasto com os filhos, para demonstrar-lhe AFETO. Os filhos não conseguem ver em casa, na pratica, o que é pregado na Igreja.
Em primeiro lugar, vem a nossa comunhão com Deus. Após isto, o cuidado com a Família, e finalmente a realização da obra de Deus. A estabilidade do lar é importante para uma Igreja Forte.

Paulo fala também, de forma mais abrangente, a todos os crentes:

I Tm. 5:8 - MAS, SE ALGUEM NÃO TEM CUIDADO DOS SEUS E PRINCIPALMENTE DOS DA SUA FAMILIA, NEGOU A FÉ E É PIOR DO QUE O INFIEL.

Todos os crentes têm, em seus lares, uma verdadeira seara para Deus, que precisa ser trabalhada com dedicação. Se cuidarmos bem de nossos filhos e conjugue, e devotamos-lhes tempo com qualidade, Deus abençoara o relacionamento familiar.

O plano de Deus para a família como instituição divina tem relação com os grandes benefícios que se concedem a uma nação, durante as gerações e a eternidade. A família existe conosco e sobrevive com o que há de melhor em nós. Vamos fazer uma Analise na Bíblia:

1. O nascimento de Samuel, o filho desejado.

I Sm. 1:10-11 - LEVANTOU-SE ANA, E, COM AMARGURA DE ALMA, OROU AO SENHOR, E CHOROU ABUNDANTEMENTE. - E FEZ UM VOTO, DIZENDO: SENHOR DOS EXERCITOS, SE BENIGNAMENTE ATENTARES PARA AFLIÇÃO DA TUA SERVA, E DE MIM TE LEMBRARES, E DA TUA SERVA TE NÃO ESQUECERES, E LHE DERES UM FILHO VARÃO, AO SENHOR O DAREI POR TODOS OS DIAS DA SUA VIDA, E SOBRE A SUA CABEÇA NÃO PASSARÁ NAVALHA.

Note que iniciamos falando do filho desejado. O nome Samuel - significa pedido ao Senhor. Para Ana, a mãe de Samuel, o nome de seu primogênito recordava uma GRATIDÃO que se tornara uma divida para com Deus, por toda a sua vida.
Dessa experiência aprendemos que as misericórdias com que Deus responde às nossas orações devem ser lembradas com agradecimento.

Não há nada mais importante do que a Vida. Cada filho que Deus nos concede é uma vida pela qual devemos agradecer, na esperança de que possa ser útil ao mundo e ao Reino de Deus.
Devemos desejar que nossos filhos vivam eternamente – a eternidade é o supremo sentido da Vida!

A Gratidão que manifestamos a Deus pela suas bênçãos à nossa família abre-nos as portas para que recebamos novas bênçãos. Ana teve gozo de abraçar vários outros filhos, que foram recebidos com bênção de Deus.

I Sm. 2:21 - ABENÇOOU, POIS, O SENHOR A ANA E ELA CONCEBEU E TEVE TRÊS FILHOS E DUAS FILHAS; E O JOVEM SAMUEL CRESCIA DIANTE DO SENHOR.

2. Samuel fora devolvido ao Senhor

I Sm. 1:24 - HAVENDO-O DESMAMADO, LEVOU-O CONSIGO, COM UM NOVILHO DE TRÊS ANOS, UM EFA DE FARINHA E UM ODRE DE VINHO, E O APRESENTOU À CASA DO SENHOR, A SILÓ. ERA O MENINO AINDA MUITO CRIANÇA.

Um dia, perante o sacerdote Eli, Ana, que não se conformava com sua esterilidade, orou pedindo a Deus um filho, mas agora apresentava-lhe o filho Samuel, dizendo: I Sm. 1:27-28 - POR ESTE MENINO ORAVA EU; E O SENHOR ME CONCEDEU A PETIÇÃO QUE EU LHE FIZERA. - PELO QUE TAMBÉM O TRAGO COMO DEVOLVIDO AO SENHOR, POR TODOS OS DIAS QUE VIVER; POIS DO SENHOR O PEDI. E ELES ADORARAM ALI O SENHOR.

Essa concepção corresponde corretamente ao PROPOSITO DE DEUS, mostrando que a Família e a continuação de seu propósito. Quanto aos filhos, os quais vêm de Deus e para Deus devem ser criados, como devendo ser devolvidos a Ele, para servi-lo em demanda da vida eterna!

Muitos pais estão delegando a responsabilidade de educar os filhos para os professores, para as babás e os meios de comunicação, permitindo que eles permaneçam durante horas em frente à televisão ou ao computador.
Essa geração não sabe o que é o culto domestico, não desenvolve sua criatividade, possui inúmeras dificuldades para se relacionar em grupo e principalmente está crescendo sem o conhecimento da Palavra e sem amá-la. Qual será o seu futuro?

Ef. 6:4 - “E VÓS PAI... CRIAI-OS NA DOUTRINA E ADMOESTAÇÃO DO SENHOR”.

Pv. 22:6 - ENSINA A CRIANÇA NO CAMINHO EM QUE DEVE ANDAR, E, AINDA QUANDO FOR VELHO NÃO SE DESVIARÁ DELE.

Devem ser objetos de um cuidado contínuo, de ensinamento dedicado, de Oração e Fé por parte dos pais. Deus está interessado nisso!

3. A entrada solene de Samuel no serviço do santuário

Samuel, ainda criança, foi trazido ao templo para ficar a serviço de Deus. Observe como o menino foi apresentado no templo:

a) Com sacrifício de novilho, indicando que a Genuína Devoção a Deus e o Cumprimento dos seus Propósitos exigem sacrifício. Ao ensinar, Jesus enfatizou: Lc. 9:23-24 - SE ALGUÉM QUER VIR APÓS MIM, NEGUE-SE A SI MESMO, E TOMA CADA DIA A SUA CRUZ, E SIGA-ME. PORQUE QUALQUER QUE QUISER SALVAR A SUA VIDA, PERDÊ-LA-Á; MAS QUALQUER QUE, POR AMOR DE MIM, PERDER A SUA VIDA A SALVARÁ.


b) Com profundo agradecimento pela bondade de Deus em resposta à sua Oração. Ana demonstrou sua GRATIDÂO a Eli, o sacerdote, que encorajara a esperar a resposta de paz, quando disse: I Sm. 1:17 - VAI EM PAZ, E O DEUS DE ISRAEL TE CONCEDA A TUA PETIÇÃO QUE LHE PEDISTE.

c) Com total Renúncia de todos os interesses na criança perante Deus, Ana disse: I Sm. 1:28 - PELO QUE TAMBÉM AO SENHOR EU O ENTREGUEI, POR TODOS OS DIAS QUE VIVER.

Esses passos bíblicos revelam como MORDOMOS DE DEUS, no passado, tratavam os filhos, visando ao ministério sagrado.
A Igreja não poderá prosperar nem subsistir se a FAMILIA fracassar espiritualmente. Prezados irmãos somos Mordomos da Família, devemos cuidar de nossos filhos e Orar por eles, sempre tendo em vista a continuação do Propósito de Deus, até que Jesus venha.

ASPECTOS DO PLANO DIVINO SOBRE A FAMILIA

Deus quer que seu plano seja executado pelos nossos filhos como prolongamento da Família, como parte de sua Igreja. Os pais de Samuel consideraram isso e corresponderam aos intentos divinos.
Deus deseja que a Família seja instrumento de bênção para a Igreja e para o mundo:

Sl. 78:5-7 - PORQUE ELE ESTABELECEU UM TESTEMUNHO EM JACÓ, E PÔS UMA LEI EM ISRAEL, E ORDENOU AOS NOSSOS PAIS QUE A FIZESSEM CONHECER A SEUS FILHOS, PARA QUE A GERAÇÃO VINDOURA A SOUBESSE, E OS FILHOS QUE NASCESSEM SE LEVANTASSEM E A CONTASSEM A SEUS FILHOS; PARA QUE PUSESSEM EM DEUS A SUA ESPERANÇA E SE NÃO ESQUECESSEM DAS OBRAS DE DEUS.

O plano de Deus para Família de Elcana foi satisfeito através do poderoso ministério de Samuel, da infância à velhice. Observe alguns aspectos do plano divino para a Família. Deus honra a nossa Fé e o nosso ardente desejo de ver nossos filhos dedicados à obra. Vejamos:

a) Devemos reconhecer que os filhos são dádivas do Senhor e que eles lhe pertencem por direito soberanos muito antes de os dedicarmos ao Pai. Mas permanecem conosco para nossa alegria, o que deve ser aceito com otimismo e Fé.

b) Os filhos que entregamos a Deus podem ser considerados como a Ele emprestados. Deus nos retribuirá com abundantes bênçãos. Alem disso, o êxito dos nosso filhos, na sublime obra de encaminhar almas preciosas para Deus e para o céu, já é sobremodo gratificante.

c) Os filhos educados no caminho do Senhor podem aprender adorar desde a infância: I Sm. 2:18 - POREM SAMUEL MINISTRAVA PERANTE O SENHOR, SENDO AINDA JOVEM.

Dt. 6:6-7 - ESTAS PALAVRAS QUE, HOJE, TE ORDENO ESTARÃO NO TEU CORAÇÃO. - TU AS ENSINARÁS A TEUS FILHOS, E DELAS FALARÁS ASSENTADO EM TUA CASA, E ANDANDO PELO CAMINHO, E AO DEITAR-TE E O LEVANTAR-TE.

d) O ambiente familiar é o mais apropriado para adoração a Deus. Só através da adoração, da comunhão com Deus e do bom exemplo de Fé a Família pode corresponder ao plano divino, como inspiração aos filhos para o ministério sagrado e para o engrandecimento do Reino de Deus. A Igreja não foi instituída para uma época, para uma geração, mas para continuar a propagar-se por sucessivas gerações, até a volta do Senhor.

e) É fundamental que a Família adore a Deus, pois se não houver adoração entre os familiares, também não haverá família. Pode haver ajuntamento sem adoração, ou seja, ausência de espiritualidade. Essa dissonância produzira uma Igreja morna, constituindo-se caminho para apostasia um dos sinais que precederão a vinda do Senhor Jesus.

Sem adoração a Deus, a reunião da Igreja será marcada de formalismo e irreverência, sem qualquer aceitação divina.

Assim diz o Senhor: Is. 1:12 - QUANDO VINDES PARA COMPARECERDES PERANTE MIM, QUEM REQUEREU ISSO DE VOSSAS MÃOS, QUE VIESSEIS PISAR OS MEUS ATRIOS?
Meu irmão cuide de sua Família, exerça a Mordomia da Família, empenhe-se pela Salvação de sua Família. Ore por ela hoje, mesmo antes de dormir: Feliz a Família que satisfaz o plano divino!

CONCLUSÃO

O cultivo da vida espiritual é indispensável dentro da família. Cabe ao chefe da Família conscientizar-se do seu papel de sacerdote do lar (Ex. 12:26, 27; Ap. 1:6). Conduzir a família a experiência da salvação; cultivar a vida espiritual dentro do lar e conduzir a família a participação na Vida da Igreja são atitudes positivas, trarão frutos positivos a família.

Exibições: 585

Comentar

Você precisa ser um membro de SAÚDE DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO para adicionar comentários!

Entrar em SAÚDE DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

Membros

Notas

AMADOS, LEIAM OS TÓPICOS A PARTIR DA PÁGINA PRINCIPAL E VAMOS PARTICIPAR MAIS DA NOSSA REDE. QUE DEUS VOS GUARDE E ABENÇOE.

Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES 15 Maio 2009 at 16:48. Atualizado pela última vez por Pastora-Psicanalista MÉRCES 6 Dez, 2015.

CLICK BÍBLIA-DEBATES-TÓPICOS-FORUM

Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES 9 Ago 2013 at 13:16. Atualizado pela última vez por Pastora-Psicanalista MÉRCES 9 Ago, 2013.

© 2017   Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço