"A PERVERSIDADE DA NATUREZA HUMANA"

As coisas que a natureza humana produz, são bem conhecidas. Ela produz imoralidade sexual, impureza, libertinagem, idolatrias, feitiçarias, inimizades, brigas, ciumeiras, acessos de raiva, ambição egoísta, desunião, paixão partidárias, invejas, bebedeiras, farras e outras coisas parecidas com essas." (Gl 5.19-21a)

O Dicionário português define "perversidade" como:
Particularidade ou característica daquilo ou de quem é perverso; em que há malvadeza; maldade.Ato ou comportamento perverso.Gênio ou caráter ruim; tendência para o mal.Facilmente corrompido; em que há corrupção; depravação.Jurídico. Ato que, demonstrando excesso de crueldade, é praticado com o propósito de ocasionar um prejuízo ou sofrimento (dano) maior à vítima.

Pela Psicanálise:
"perversão" é um termo usado para designar um desvio do desenvolvimento normal da personalidade, por parte de um indivíduo (ou grupo), que tem modificado a resposta natural de qualquer dos comportamentos humanos considerados normais para um determinado grupo social.

O Dicionário Bíblico:
Apresenta o significado da palavra "perversão", que se origina do termo latino "pervertere" e que corresponde a ação ou efeito de perverter, corromper ou alterar algo. "Perversidade" ... "perversão", nas palavras Hebraicas e Gregas significam "contrário" "perverso"; as palavras enfatizam o comportamento que se desvia daquilo que é bom e certo. Descreve a ação má de uma pessoa, ou um ato de maldade, como "torto" e "deformado" "ruim", "mal, que não está em harmonia com o padrão de Deus. Outras palavras traduzidas como "perverso" enfatizam aspectos semelhantes da impiedade obstinada de um coração não regenerado.


O Livro de Gênesis relata no capítulo 2, versículo 17 Deus proibindo o ser humano de comer o fruto da árvore que dá o 'conhecimento do bem e do mal'. Quando a serpente afirma que no dia que o ser humano comesse do fruto proibido, seus olhos seriam abertos e seriam conhecedores do bem e do mal (Gênesis 3.5).


O que aconteceria é que eles, como pecadores,
passariam a perceber o mundo de outra maneira, não seriam mais os mesmos, seus sentidos sofreriam uma significativa alteração da maneira como sentiam o mundo e se relacionavam com ele. Segundo a Palavra, através da "queda do homem", a maldade entrou no mundo pelo pecado, ele passa a ser 'perverso por natureza'; a criança já nasce em pecado, isso significa, entre muitas coisas, que mesmo quando este homem faça algo para satisfazer ao outro, na verdade o que ele está procurando é satisfazer a si próprio.

A atitude dos "homens perversos" é a de buscar satisfazer seus desejos sem se importar se esta satisfação vai prejudicar o outro, o que caracteriza um comportamento bastante egoísta e egocêntrico, colocando tudo e todos na posição de objetos capazes de lhe proporcionar prazer. Essa característica de satisfazer unicamente a si mesmo, sem se preocupar com o outro é marcante na conduta da perversidade do homem. Um exemplo disto: O sexo dos animais ocorre respeitando a natureza da fêmea em seu período de cio, e não como uma atitude casual e descompromissada de auto satisfação e busca pelo prazer imoral e impuro, como 'é o caso do ser humano em sua velha natureza'. Quando um homem galanteia uma mulher e dá carinho a ela, na verdade ele o faz para conseguir dela o prazer que ela pode lhe proporcionar, e vice-verso. Quando este homem, que tem ou manifesta a natureza adâmica (pecadora) faz caridade, ajuda pessoas, ele faz em busca do prazer e da satisfação que isso pode lhe proporcionar. De modo que, tudo que este ser humano faz é em resposta a uma necessidade única de sentir prazer, casual e sem compromisso; e isto é a origem do mal na natureza humana. "o anseio mais profundo na natureza humana é a necessidade de se sentir importante" (John Dewey)

Embora o homem regenerado tenha recebido o Espírito Santo habitando em seu espírito, sua carne ainda não foi totalmente aniquilada; e o regenerado que manifesta o fruto do Espírito, acaba deixando também os desejos da "natureza humana" se manifestarem, pois 'ele ainda luta para crucificá-la'. O que a natureza humana deseja é contra o que o Espírito quer, o que o Espírito quer é contra o que a natureza humana deseja. O que a "natureza humana que é perversa" manifesta, junto com suas paixões e desejos; não deixa de ser 'fruto do pecado'; e o homem mesmo já regenerado, porém não totalmente renovado, não deixou o controle divino atuar em sua vida.


FONTES:
- Bíblia Sagrada-
- Obras da carne de William Barclay-
- onp.org.br ----

Por: Pastora Merces Vasconcellos

https://www.facebook.com/PastoraMercesVasconcellos

Exibições: 863

Comentar

Você precisa ser um membro de SAÚDE DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO para adicionar comentários!

Entrar em SAÚDE DO ESPÍRITO, ALMA E CORPO

Membros

Aniversários

Notas

AMADOS, LEIAM OS TÓPICOS A PARTIR DA PÁGINA PRINCIPAL E VAMOS PARTICIPAR MAIS DA NOSSA REDE. QUE DEUS VOS GUARDE E ABENÇOE.

Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES 15 Maio 2009 at 16:48. Atualizado pela última vez por Pastora-Psicanalista MÉRCES 6 Dez, 2015.

CLICK BÍBLIA-DEBATES-TÓPICOS-FORUM

Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES 9 Ago 2013 at 13:16. Atualizado pela última vez por Pastora-Psicanalista MÉRCES 9 Ago, 2013.

© 2017   Criado por Pastora-Psicanalista MÉRCES.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço